Apenas leia

13 05 2009

inner_children__by_m0thyyku

“…Se alguém quer ser meu seguidor, que esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe.” Marcos 8:34

Este é o convite de Jesus para quem quiser ser seu discípulo. Essa palavra e seus derivados (discipulado, discipulador, etc) estão tão populares nas igrejas hoje, que eu penso que, como a maioria dos clichês, faz-se perder um pouco do real significado.

Você se considera um discípulo?

Se a sua resposta for sim, após ler esse artigo, leia Marcos 8:34 de novo, ore a respeito e responda você mesmo pra Jesus, o que é que você tem feito com esse chamado, e ouça o que Ele te disser sobre o que fazer para mudar.

Discipulado é mto mais do que alguns imaginam. Não é comprar uma apostila, assistir algumas aulas e sair com o certificado. Aah, mas não é mesmo.

A proposta é: feche-os olhos e imagine-se lá na cruz. Agora abra os olhos e olhe bem pra todas as pessoas que estão a sua volta. A multidão que te espancou, cuspiu na sua cara, fariseus dando gargalhada do seu estado.

O que você vê?! A resposta é: Você enxerga todas as pessoas do mesmo ponto de vista.

Aliás, essa é a proposta, mas vc enxerga-os do mesmo ponto de vista? Você, fulano de tal, qndo passa por alguma situação humilhante, quando tem sua segurança pessoal ameaçada, quando é ferido emocionalmente, enxerga as pessoas pelo mesmo ponto de vista? Ou nessa hora você “desce da cruz” um pouquinho?

– O crucificado só pode olhar em uma única direção, por isso ele vê todas as pessoas como iguais. Sim, eu estou falando de cruz em relação as pessoas, pq cristianismo pra mim tem a ver com relacionamento, não com religião/regras/rituais. Jesus não veio nos passar uma lista de ordens, ele veio mostrar como nos relacionar com Deus e com as pessoas. E se eu estou crucificado com Ele só tenho UM ponto de vista em relação às pessoas: todos são melhores do que eu. Sim, repito: MELHORES do que eu, TODOS.

“…sejam humildes e considerem os outros superiores a vocês mesmos” (Filipenses 2:3)

– O crucificado sabe que não tem reputação, por isso ele pode ser autêntico/honesto

“Eu joguei tudo fora como se fosse esterco, a fim de poder ganhar a Cristo” (Filipenses 3:8)

Ou seja, a CRUZ coloca o discípulo na perspectiva correta. Todos nós merecíamos ir pra lá, + o único que não mereceu foi, para que nõs não tivéssemos que ir.

Cristianismo sem cruz não é cristianismo.

Meu amigo, o fato de você ser salvo já te deixa no lucro, jamais poderemos pagar o que Jesus fez, então pega esse seu orgulho e decida o que fazer com ele, porque ou é ele nas suas costas, ou a cruz.

Os dois no mesmo espaço não rola.


Ações

Information

One response

14 05 2009
Gustavo

é!

Jesus tinha a multidão que os seguia
e tinha discípulos

a multidão na hora da cruz resolveu ataca-lo…

somos de qual grupo?
do seletos discípulos ou da massa?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: